Sylviane Rico

Sylviane, você veio de Uberlândia, em Minas Gerais. Por que decidiu vir morar no Rio?
Decidi morar no rio pois gosto do clima de litoral e pelas oportunidades de trabalho, que são melhores aqui.

O que mais te atrai na carreia de modelo?
O que me atrai na carreira de modelo é que nessa profissão não existe rotina. Você está sempre conhecendo pessoas e lugares  diferentes.

Quais são os seus maiores objetivos profissionais?
Meu objetivo profissional é ser bem sucedida e feliz com meu trabalho.

Quem te inspira no mundo da moda?
Me inspiram no mundo da moda, as pessoas que, apesar de terem conquistado o ápice, ainda se mantém humildes e tem gratidão por aquelas que lhes ajudaram no início da carreira.

Como foi realizar um ensaio com o fotógrafo Pedro Paiva?
Foi super fácil realizar o ensaio com o Pedro Paiva, pois é um profissional super atencioso e bastante exigente, garantindo assim um resultado de qualidade .

Instagram Oficial Hit Girls
Página Oficial Hit Girls no FaceBook
Instagram do Fotógrafo Pedro Paiva
Facebook do Fotógrafo Pedro Paiva


 

Anúncios

Tatá Valentim

O ensaio dessa semana é com a It Girl Tatá Valentim, designer de moda e dona de uma das lojas mais transadas do Instagram, a Vintage It.

Tatá, como e quando você descobriu que tinha talento para moda?
Desde pequena, sentada ao lado da minha avó, que era costureira de mão cheia e criava roupinhas para minhas bonecas. Sempre amei. Até escolher e comprar os tecidos eu ia com ela.

Você fez faculdade de moda?
Fiz faculdade de moda sim.

De onde surgiu a ideia de criar a Vintage It, que hoje é uma das lojas mais queridas pelas meninas do Instagram e tem mais de 30 mil seguidores?
Assim que me formei, fui morar na Austrália e me apaixonei pela moda australiana, que era muito diferente da moda encontrada no Brasil. Quando voltei, resolvi abrir minha própria marca, que sempre foi meu sonho, trazendo inspirações lá de fora!

Por falar em Instagram, qual é a importância das mídias sociais nos seus negócio?
Acho que foi fundamental no meu negócio! Através dele, pude divulgar minha marca para meninas de todo o Brasil, e tornar a Vintage It conhecida por meninas que talvez não tivessem a oportunidade de conhecer! Acho incrível o poder de visibilidade e retorno que o Instagram tem.

Você já tinha posado para um ensaio fotográfico antes? Como você se sentiu, fotografando para o Hit Girls?
Nunca. Foi uma experiência nova, pois sempre sou eu quem fica por trás das câmeras, quando faço ensaios com minhas modelos!
Mesmo não levando jeito pra coisa, a equipe me deixou completamente a vontade e foi super divertido.

Como você começou? Quais foram as principais dificuldades?
Comecei primeiro só com a loja física, a Boutique no caso. Um ano depois, veio a loja online, que hoje considero como uma segunda loja, e há mais ou menos sete meses, comecei a trabalhar com venda em atacado, para marcas de outros estados.
Acho que a principal dificuldade foi lidar com o novo, pois arrisquei tudo o que eu podia para que a Vintage It existisse, mas também, esse friozinho na barriga sempre me motivou a querer mais e a não desistir do meu sonho!

Quanto tempo demorou até você conseguir pagar as contas, exclusivamente com a sua loja?
Mais ou menos 1 ano, eu acho.

Qual é a sensação de ser uma It Girl, criadora de tendências, e de ver as meninas usando nas ruas, os looks que você criou?
Essa é a melhor parte. É muito prazeroso poder ver uma peça sua andando por ai! Até hoje isso me fascina! Isso, realmente não tem preço.

Se você estivesse começando hoje, faria alguma coisa diferente?
Acho que não faria nada diferente não! Lógico que com a maturidade, você ganha experiências, mas acho que isso é um caminho a ser percorrido. Os erros e acertos fazem parte do processo.

Quais as dicas e conselhos que você dá para as jovens designers, que querem ingressar no mundo da moda?
Minha dica é nunca desistir do seu sonho! Dificuldades sempre vão existir, mas quando você acredita, se dedica e ama o que faz, no final das contas tudo acaba dando certo.

Instagram da Vintage It
Instagram Oficial Hit Girls
Página Oficial Hit Girls no FaceBook
Instagram do Fotógrafo Pedro Paiva
Facebook do Fotógrafo Pedro Paiva


 

Hit Girl #05 Alyne Collet

Modelo: Alyne Collet
Altura: 1,67
Idade: 23
Cidade onde nasceu: Chapecó, SC

 

Como foi a experiência de ter fotografado para o Blog Hit Girls?
Melhor impossível! A equipe toda foi maravilhosa, super profissionais, sem falar nas belezas naturais que tínhamos ao redor.

Por que você decidiu tentar a carreira de modelo?
Porque alguns olheiros  me incentivaram e achei que seria bom arriscar.

Quais são suas maiores qualidades e defeitos?
Acredito que a perseverança seja um dos meus pontos fortes e  que a ansiedade seja meu maior defeito, pois me priva de curtir o presente.

Quais são as partes do seu corpo que você mais gosta e a que você menos gosta?
Gosto muito do meu cabelo e da minha boca. E uma coisa que eu não gosto muito são os meus pés. Acho que eles cresceram mais do que deveriam.

Quais são suas expectativas com a nova carreira de modelo?
Minha expectativa é conquistar meu espaço aqui no Rio e futuramente no restante do Brasil e do mundo.

Qual é o seu maior objetivo profissional?
Meu maior objetivo profissional e na vida é sentir a mesma paixão e ter o mesmo frescor do início, mesmo tendo muitos anos de carreira.

Vídeo do making of

Instagram Oficial Hit Girls
Página Oficial Hit Girls no FaceBook
Instagram do Fotógrafo Pedro Paiva
Facebook do Fotógrafo Pedro Paiva

Você também pode ser uma Hit Girl!

Hit Girl # 03 – Aline El Bayeh

Modelo: Aline El Bayeh, 20 anos
Rio de Janeiro
Altura: 1,72

 Esse foi o seu primeiro ensaio fotográfico em externa? O que você achou?
Sim! esse foi meu primeiro ensaio fotográfico em externa. Foi demais! Eu adorei!  Achei bem diferente do ensaio no estúdio, me senti bem mais a vontade.

 Você acha que ter feito esse ensaio e sair no Blog Hit Girls vai ajudar a sua carreira?
Sem dúvidas! Esse ensaio me acrescentou muito como modelo. Aprendi bastante. Eu sou bem tímida, e tirar foto de biquíni na praia me fez soltar mais. Aprendi novas poses, a me adequar ao ambiente fotográfico, a responder uma entrevista, coisas muito importantes para se transformar em uma modelo profissional.

Por que você resolveu entrar no mundo da moda?
Eu sempre gostei de moda. Desde pequena, já recebi convite quando adolescente, para ser modelo, mas meu pai nunca permitiu.
Hoje em dia, tenho muitos amigos produtores e modelos. E eles sempre me chamaram para participar. Eu tomei coragem e fui ao meu primeiro casting e passei. Desde então, comecei a modelar.

Você já sofreu críticas da família ou amigos, por ter optado por ser modelo?
Hoje eu tenho muito apoio da minha mãe e do meu pai, mas eles sempre me lembram que tenho que  estudar em primeiro lugar. Porém, minha avó ainda tem um certo receio dessa profissão, devido ao maus boatos desse mundo.

Quais são as suas maiores qualidades?
Sou muito dedica e feliz, não tem tempo ruim comigo.
Acho que se  for para fazer, que seja bem feito.

Quem é a sua maior inspiração?
A modelo Brasileira Adriana Lima. Ela é linda, maravilhosa, minha Musa! Uma beleza brasileira, natural. Além de ser uma modelo super profissional e sem estrelismo.

Quais são suas expectativas para o futuro?
Minha expectativa é ser modelo internacional, modelar em Nova Iorque e Londres. Viver para modelar, conseguir sustentar a mim e a minha família como modelo.

Como você pretende alcançar os seus objetivos?

Tendo foco e determinação. Cuidar da minha alimentação, estudar, ser profissional, dando o meu melhor, o resultado só pode ser positivo.


Instagram Oficial Hit Girls
Página Oficial Hit Girls no FaceBook
Instagram do Fotógrafo Pedro Paiva
Facebook do Fotógrafo Pedro Paiva